Gramado digital: Colaboradora da Opyt é uma das candidatas a ganhar Campeonato ACIEX de FIFA 21

Esportes eletrônicos são games que ganharam competições profissionais e organizadas que recebem mais patrocínios, fãs, rivalidades ano após ano. Em 2020, o setor movimentou 159 bilhões de dólares para o mercado mundial. Desde então, inúmeras empresas adeptas ao conceito dos E-Sports se juntaram às batalhas virtuais, competições, partidas premiadas, chegando ao ponto de fazerem as próprias competições ganhando edições com mais participantes de outros Estados e proporções globais.

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Goiás, por meio da ACIEG Jovem, trouxe a proposta da COPA ACIEX de realizar, juntamente com a Orbi Gaming, o Primeiro Campeonato Goiano de E-Sports voltado para empresas, sendo o FIFA 21 o carro chefe o jogo do console Playstation, com 3 premiações sensacionais para primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente: um console Playstation 5, uma cadeira Gamer e fones Gamer.

A Opyt está marcando presença e gols com três competidores: Matheus Mariano de Lacerda, Vilmar Junior Davi Barbosa Hermenegildo e entre eles uma figura marcante. Stéfany Xavier, 22, colaboradora da Opyt, vem mostrando que futebol é para mulheres sim, nos campos e no cenário virtual. Para ela, que já jogou nas quadras, sempre foi um desafio por ser a única menina em um esporte dominado por meninos. Após uma contusão o pai dela a incentivou a jogar videogame, desde então, tornou sua especialidade, porém o machismo ainda continuou.

” Hoje no FIFA, que está sendo minha especialidade, jogo muito online, quando os caras escutam minha voz, já começa o machismo ‘ o que que você está fazendo aqui? Mulher tem que cozinhar, limpar a casa e cuidar de crianças; não jogar videogame’, ou então ‘mano, estou jogando com uma mina aqui, deve nem saber o que está fazendo.’ Fico sempre calada, porque a vitória é mais bonita e é um tapa na cara desses rapazes.”

Nossa Operadora de call center, conta que desde de criança o seu pai a levava para vê-lo jogar e assim despertou o interesse no esporte. No 4º do ensino fundamental começou jogava futsal, chegando a treinar no Atlético Goiano, mas após uma contusão teve que deixar as quadras. “Como eu amava futebol, fui pra o vídeo game. Meu pai sempre me ajudando com o esporte e minha mãe brigando, pois era sempre eu de mulher e outros homens”, conta Stéfany.

Stéfany incentiva também a outras garotas a participarem de campeonatos e não ficarem acanhadas: “Com esse campeonato, onde sou a única mulher disputando de igual para igual, estou dando meu melhor, para conseguir a vitória e mostrar para outras mulheres que curtem o FIFA, não ficarem com vergonha ou medo de disputar e mostrar que a Mulher deve estar onde ela quiser, jogando o que ela quiser, fazendo o que ela quiser.”

Stéfany Xavier, Colaboradora da Opyt e Pró-Player de FIFA

As oitavas, quartas, semi e grande final irão acontecer amanhã, 02, na Orbi com direito a torcida na arquibancada, logicamente seguindo todos protocolos de prevenção ao covid.

Arena da Orbi Gaming

Opyt, possui uma artéria voltada para os e-Sports, inclusive com times de CS:GO, League OF Legend e FreeFire conheça mais pelo Instagram da Opyt e-Sports. A torcida por nossos jogadores

Quer mais conteúdos como esse?

Confira abaixo alguns posts relacionados.

Ver todos